Buscar
  • Natalie Destro

Violência sexual

Violência sexual não é só estupro!


Toque íntimos não desejados, o beijo forçado, comentários ou piadas sexuais que causem desconforto ou insegurança, ser forçada a assistir qualquer coisa de caráter sexual, ser forçada a tirar fotos intimas e sexuais, forçar a prostituição, o grooming online (falaremos sobre isso oportunamente), QUALQUER tipo de penetração (oral, vaginal, anal) – diga-se: utilizando dedos e objetos, não somente com o órgão genital - inclusive, dentro do CASAMENTO ou de qualquer tipo de relacionamento íntimo, afetivo ou familiar, também é violência sexual. 💡📝


A violência sexual e a cultura do estupro são muito presentes na sociedade, justamente por ser a materialização do exercício do poder sexista e patriarcal sob as mulheres. Violência sexual nada tem a ver com libido, testosterona ou desejo, sendo tão somente uma questão de exercício de poder e dominação. 🌎 💩


🚨 Destaca-se: sempre que não há manifestação expressa da vontade sobre qualquer atitude sexual há violência.


No Brasil foram registrados 53.726 estupros ou tentativas de estupros contra mulheres em 2019 e só no primeiro semestre de 2020 foram 22.201. Esses números ainda sofrem redução pela presença da cifra negra e da subnotificação que são quase que características dos crimes sexuais. 📊📈


Tanto os hospitais (públicos ou particulares) como as delegacias e IMLS possuem protocolos específicos para o atendimento de pessoas que sofrem esse tipo de violência. 📑🌷


🚨 A palavra da pessoa em situação de violência, tem grande valia em crimes que envolvem violência sexual, principalmente se não for possível a comprovação de vestígios corpóreos.


Todas nós já sofremos algum tipo de violência sexual, TODAS nós. 📢🥴


Se você ou alguém que você conheça estiver vivendo qualquer tipo de violência sexual, entre em contato, juntas seremos mais fortes! 🌻 💪



Contato: nkdestro@gmail.com

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo