Buscar
  • Natalie Destro

Já pensou quantos trabalhos não remunerados você tem?


Você já ouviu falar em carga mental? 🧠🤯



Organizar a rotina de limpeza da casa, das roupas limpas, do supermercado, da lição das crianças, das roupas das crianças (aquele moletom ainda serve?), das atividades extracurriculares (Quem vai levar no futebol? Quem vai buscar na natação?), do almoço de família no domingo, se os pets ainda tem ração e se a água foi trocada, e a babá será que vem na sexta (?), a diarista lembrou de limpar atras do armário (?)...


Ufa! Cansou só de escrever! 🥵😱


Todas essas funções (e muitas outras, como a maternidade em si) não são remuneradas como trabalho, são as típicas funções reprodutivas, culturalmente e socialmente vistas como naturalmente femininas. 💡💩


🚨 Você já parou para pensar em quanto você perde por não ter tempo o suficiente para descansar antes de uma reunião de trabalho? Por ter que acordar mais cedo para dar conta da “rotina doméstica” antes de estar no escritório? Por não poder aceitar aquela promoção que implicaria em uma mudança drástica na rotina das crianças?


Já pensou que nunca recebeu um centavo por dar conta de tudo isso e por sempre privilegiar os trabalhos reprodutivos ou invés dos produtivos? 💸 💸


Essas questões devem ser levadas em conta na hora da fixação da pensão e na regulamentação de visitas, bem como na hora do divórcio. Na hora de assinar a união estável ou o casamento também, afinal, se é estrutural é importante destacar para evitar. 💡📝


Há uma relação entre propriedade e gênero na nossa sociedade, isto porque vivemos em um sistema capitalista, patriarcal e machista. 💩🌎


📢📢 Qual a sua experiência? Quantas vezes você perdeu financeiramente por ser mulher? Nos envie a sua experiência, queremos te ouvir! 📢📢



Contato: nkdestro@gmail.com

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo